Project Description

Proposta do curso:

Possibilitar a especialização de profissionais para atuação nos tribunais de justiça, penitenciárias, como assistentes técnicos (profissionais liberais) e em áreas afins (Conselhos Tutelares, Conselhos de Direitos, Abrigos, Delegacias da Mulher, CRAMI e outros).

Objetivos:

Contribuir para a formação de profissionais que buscam sistematização de conhecimentos em Psicologia Jurídica, com o objetivo de aumentar suas capacidades competitivas no mercado profissional e seu modo de ação no mesmo, apresentando didaticamente, um ramo da psicologia que está se expandindo e necessitando de profissionais qualificados.

Público Alvo: 

Psicólogos formados e inscritos nos Conselhos Regionais de Psicologia e outros profissionais que atuem na área jurídica (Advogados, Assistentes Sociais, entre outros).

Nossos Diferenciais:

  • Nosso curso é referência no Brasil;
  • Professores que escreveram livros e artigos referenciais em Psicologia Jurídica no Brasil;
  • Corpo docente experiente e especializado, com sólida formação acadêmica e vivência profissional na área da psicologia jurídica.

Coordenador Acadêmico

Prof. Dr. Sidney Kiyoshi Shine

Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo, Psicólogo Judiciário de Varas de Família e Sucessões do Tribunal de Justiça de São Paulo (aposentado), psicanalista formado pelo Sedes Sapeintae com Especialização na Clínica de Tavistock (Reino Unido), Autor dos livros “A Espada de Salomão. A Psicologia e a Disputa de Guarda de Filhos”; “Psicopatia” da Coleção Clínica Psicanalítica e Organizador e Co-autor do livro “Avaliação Psicológica e Lei. Adoção, Vitimização, Separação Conjugal, Dano Psíquico e outros Temas.

Nível: Lato Sensu (Especialização)

Carga Horária Total: 500 horas/aulas

Duração: 18 meses

Horário das Aulas: 18 finais de semana (sábados e domingos) das 8h às 16h.

  • Após a aula online/presencial a mesma estará disponível plataforma EAD – Unisãopaulo

Início: 12 de março de 2022

Local do Curso: 100 % EAD

Investimento:
Matrícula – R$ 150,00 (Cento e Cinquenta Reais)
Mensalidades – 18 Parcelas de R$ 440,00 (quatrocentos e quarenta reais)

Descontos:
A UNISÃOPAULO oferece descontos nas mensalidades para pagamentos antecipados:
12% de desconto nas mensalidades para pagamento até o dia 05 de cada mês = R$ 387,20
6% de desconto nas mensalidades para pagamento até o dia 10 de cada mês = R$ 413,60

Formação de turma sujeita ao número mínimo de alunos matriculados

Titulação Acadêmica:

A titulação do curso de Pós-Graduação em Psicologia Jurídica será emitida pela FACEAT – Faculdade Centro de Estudos Avançados e Tecnologia em parceria com a UNISÃOPAULO.

O Instituto Esculápio de Treinamento e Desenvolvimento Profissional é mantenedor da Unisãopaulo e tem seu registro no CRP/SP – Conselho Regional de Psicologia de São Paulo sob número 5150/J

* Coordenador responsável /supervisão: Prof. Luiz Gonzaga Leite – CRP-SP 06/46774-4

Regulamentação:

Os cursos de Pós-Graduação, Nível Lato Sensu, atendem ao que preconiza a Resolução nº1, de 08/06/2007, do Conselho Nacional de Educação, D.O.U. de 08/06/07, que estabelece normas para o funcionamento de Cursos de Pós-graduação.

FACEAT – Faculdade Centro de Estudos Avançados e Tecnologia – Instituição Credenciada pela Portaria no.916 de 17 de agosto de 2016 do MEC – Ministério da Educação, mantida pela FAPESA –  Fundo de Apoio à Pesquisa, Ensino e Extensão Educacional.

Monografia de Conclusão de Curso:

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma atividade acadêmica obrigatória em TODOS os cursos de Pós Graduação Lato Sensu e MBAs. da Unisãopaulo, possibilitando ao Pós-Graduando a sistematização do conhecimento sobre um objeto de estudo relacionado ao curso realizado.

A elaboração da monografia contribui para o desenvolvimento intelectual do aluno, cooperando com o avanço do conhecimento científico, ampliando as possibilidades para o aluno ampliar seus conhecimentos através de pesquisa, investigação, leitura e escrita, incorporando novas abordagens teóricas e práticas às várias áreas do saber.

Dentro do cronograma haverá aulas EAD de Metodologia Cientifica visando a elaboração do TCC na conclusão do curso

Cancelamento:

Pela Unisãopaulo, por falta de quórum, será devolvido 100% do valor pago. O aviso poderá ser feito em até 48 horas antes do início do curso.

Conteúdo Programático:

  • Modulo 1 – Introdução ao Estudo da Psicologia Jurídica
  • Modulo 2 – A atuação do psicólogo na Vara de Infância e Juventude
  • Modulo 3 – Contribuições da Psicologia à vara de Família e Sucessões
  • Modulo 4 – Contribuições da psicologia no Sistema Penitenciário
  • Modulo 5 – Contribuições de áreas conexas
  • Modulo 6 – Atividades acadêmicas obrigatórias

Temas:

  • Fundamentos da Psicologia Jurídica
  • Introdução ao Direito
  • Direitos Humanos e a prática cotidiana
  • Violências e suas diversas denominações
  • Vitimologia e Vitimização
  • Criminologia
  • Novos parâmetros legais para a Mulher no Brasil – Vítima e o/ou Autora
  • Psicologia e Direito da Família e Sucessões
  • Psicologia e Direito da Infância e Juventude, o conceito de infância e as medidas protetivas
  • Psicologia e Direito da Infância e Juventude: o Adolescente em Conflito com a Lei e as Medidas Sócio – educativas
  • Psicologia e Direito Penal e Psicologia do Testemunho
  • As Drogas no Contexto Judiciário / Drogadicção
  • Psicopatologias: associações com crimes, a questão da periculosidade e dos Manicômios Judiciários
  • Penitenciárias, Presídios, Prisões e as Penas Alternativas
  • O Diagnóstico Psicológico no Âmbito Jurídico e o papel do Psicólogo
  • Ética e elaboração de Laudos em Psicologia Jurídica
  • Metodologia da Pesquisa Científica
  • Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia

O conteúdo programático poderá sofrer adaptações necessárias para melhor desenvolvimento do programa do curso.

Documentos necessários para matrícula:

  • 1 Fotocópia Simples da Carteira de Identidade*
  • 1 Fotocópia Simples do Cadastro de Identificação do Contribuinte (CPF)
  • 1 Fotocópia Simples do Diploma da Graduação**
  • 1 Fotocópia Simples do Histórico da Graduação

*Não é substituído por outros documentos como CNH, CRP, etc.
**Caso o aluno não tenha o diploma em mãos, será aceito uma declaração de conclusão de curso, porém, é obrigatória a entrega do diploma (frente e verso) até o final do curso.

Os documentos solicitados deverão ser encaminhados através do e-mail : contatos@unisaopaulo.com.br

Professores

Ari Fernando Maia
Graduação em Curso de Formação de Psicólogo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1990), graduação em Curso de Licenciatura Em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1990), mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é Professor Assistente Doutor do Departamento de Psicologia da Unesp Bauru e orientador no Programa de Pós Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Teoria Crítica da Sociedade, atuando principalmente nos seguintes temas: indústria cultural, aceleração, teoria crítica, história da psicologia e educação.

Arlindo da Silva Lourenço
Graduação em Psicologia em Mogi das Cruzes (1989), com mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela PUC-SP (2005) e doutorado em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da USP-SP (2010). Atuei como Psicólogo na Penitenciária “José Parada Neto”, de Guarulhos desde 1991 até maio de 2015; de junho a novembro de 2015, no Centro de Progressão Penitenciária Feminino do Butantan. Lecionei para o Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN-MJ) e para a Escola da Administração Penitenciária de São Paulo (EAP-SP) e fui membro do Conselho Penitenciário do estado de São Paulo entre 2007 e 2015. Sou professor em cursos de graduação em Psicologia e de pós-graduação em Psicologia Jurídica e Criminologia. Estive colaborando em pesquisas sobre bullying escolar e sobre inclusão profissional de pessoas com deficiência intelectual no Laboratório de Estudos sobre o Preconceito (LaEP), da USP-SP.

Aguida Arruda Barbosa
Graduação em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1972), mestrado em Direito Civil Direito de Família e Direitos da Per pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (2003) e doutorado em Direito Civil pela Universidade de São Paulo (2007), membro – Fédération Internationale Des Femmes Des Carrières Juridiques, coordenadora da comissão de mediação do Instituto Brasileiro de Direito de Família. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Civil, atuando principalmente nos seguintes temas: palestra, aula, direito de famíla, banca de mestrado e Doutorado. Formada em Teologia pela Faculdade Messiânica em 2011

Christiane Whitaker
Graduação em Psicologia pela Universidade Paulista (1990), mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (2001) e doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (2007). Atualmente é psicólogo judiciário-chefe – Tribunal da Justiça do Estado de São Paulo. Tem experiência na área da Psicologia, com ênfase na área da Psicologia Jurídica e Psicanálise, com atuação também como docente universitária na graduação do curso de Psicologia em várias disciplinas.

Cristiane Regina Fairbanks Russo
Possui graduação em Filosofia pela Universidade São Judas Tadeu (2001) e é bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Mestre em Educação: História, Política, Sociedade também pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2016), e doutoranda no mesmo programa – bolsista CNPq (atual). Atualmente pesquisa sobre a função social da Universidade brasileira na linha de pesquisa “Teoria Crítica da Sociedade e Formação – Função Social da Educação e da Escola” e participa do projeto de pesquisa “Formação e educação, tecnologia e profissionalização, na sociedade industrial do capitalismo tardio” com o aporte da teoria crítica da sociedade que investiga a relação entre formação técnica, humanística e profissional no Ensino Médio e Superior. Possui formação técnica junto à Associação Brasileira de Normas Técnicas sobre Informação e documentação (Trabalhos acadêmicos). É membro da Representação Discente do Programa Educação: História, Política, Sociedade e membro da Associação de Pós-Graduandos, ambas da PUC/SP.

Danilo Salles Faizibaioff
Professor de graduação em Psicologia (Fundação Santo André – FSA, 2021) Doutorando em Psicologia Clínica (IPUSP, 2020 – atual) Psicólogo Judiciário (TJSP, 2018) Mestre em Psicologia Clínica (PSC-IPUSP, 2016) Especialista em Psicologia Hospitalar (HCFMUSP, 2012) Psicólogo clínico e acompanhante terapêutico (AT) Graduado em Psicologia (IPUSP, 2010)

Eliana Kawata
Graduação no Instituto de Psicologia pela Universidade de São Paulo (1988), graduação em Licenciatura em Psicologia pela Faculdade de Educação – USP (1995), mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003) e especialização em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas/ EAESP (2005). Atualmente é Psicóloga Judiciária Chefe no Tribunal de Justiça do Estado de Sao Paulo e professora na Faculdade Diadema e na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Tem experiência na área de Psicologia Social, com ênfase na atuação em escolas e na área da infância e da adolescência. Especialização em Pesquisa Clínica ? Department of Continuing Education, Harvard Medical School (março a outubro de 2010).

Elvira Maria Leme
Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979) e mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pelo Instituto de Psicologia da USP (1998). . É especialista em Psicologia Clínica e Psicologia Educacional (Conselho Regional de Psicologia) e em Cinesiologia Psicológica (Instituto Sedes Sapientiae). Especialista (Somatic Experiencing Practitioner (SEP)em Abordagem de Resolução Traumática (Somatic Experiencing SE-Brasil da Foundation for Human Enrichment-USA). Capacitada em conciliação e mediação civel, familiar e arbitragem pela Escola Paulista de Magistratura e Escola Superior de Advocacia. Capacitada como supervisora em mediação e conciliação judiciais e instrutora em Oficina de Divórcio e Parentalidade pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).É psicoterapeuta com base na psicologia analítica junguiana e perita judicial. Atua desde 1986 em Psicologia Jurídica. É conciliadora e mediadora do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo desde 2008, na 1ª instância e no pré-processual do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da capital- central. É docente de nível superior, em cursos de Graduação e Pós-Graduação ha 27 anos. Desde fevereiro de 2014 ministra aulas em cursos de capacitação para conciliadores e mediadores na área privada e judicial. Foi psicóloga efetiva do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, na Vara da Infância e Juventude e atuou na área sócio-jurídica, junto ao Sistema de Garantia de Direitos da Criança e Adolescente (ECA) . Atuou 9 anos na área de saúde coletiva, com ênfase em saúde pública (Secretaria do Estado da Saúde) e 27 anos na área sócio comunitária e no terceiro setor , tendo desenvolvido pesquisas e projetos técnicos pedagógicos e de intervenção psicossocial em parceria com o poder público. É membro do CIEC (SP), Centro Interdisciplinar de Estudos da Criatividade, do CID (SP), Centro de Integração e Desenvolvimento.; e da ABT (Associação Brasileira do Trauma). Co-autora dos livros Corpo em Jung: Estudos em Calatonia e Práticas Integrativas (Vetor, 2012) e Criatividade: uma busca interdisciplinar (Ed. Unesp, 1998).Atua principalmente nos seguintes temas: mediação de conflitos, violência, direitos humanos da criança e adolescente, oficina de divorcio e parentalidade. perícia psicológica, saúde coletiva, terapia de adultos e terapia familiar, psicoterapia somática, neurociência do trauma, comunicação não-violenta, cultura da paz.

Eroy Aparecida Silva
Psicóloga, Psicoterapeuta Familiar e Comunitária, Doutora em Ciências- Departamento de Psicobiologia –UNIFESP, autora de artigos nacionais e internacionais na área de álcool e outras drogas, autora de livros sobre abuso e dependência de drogas. Coordenadora o Curso de capacitação para usuários de drogas – REDE SAMPA Saúde Paulistana (São Paulo)

Haroldo Tuyoshi Sato
Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado em Psicologia Clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2001) , doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, pós-doutorando da Universidade Salamanca em Antropologia Jurídica. Atualmente, atua como Psicólogo Judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo. Supervisor de Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas por programa do Ministério da Saúde. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Programas de Atendimento Comunitário, atuando principalmente nos seguintes temas: psicoterapia grupal, psicoterapia breve, psicopatologia, psicodiagnóstico, teoria do desenvolvimento humano, psicoprofilaxia grupal, oficina de criatividade e oficina terapêutica.

Helena Rinaldi Rosa
Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1979), mestrado e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (2000 e 2006). Atualmente é Professora livre docente do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, em Avaliação Psicológica. É professora na Graduação e Pós-Graduação do curso de Psicologia e orientadora de mestrado e doutorado. Participa de projetos e de serviços de atendimento à comunidade, em especial junto a pessoas em vulnerabilidade social. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Construção e Validade de Testes, Escalas e Outras Medidas Psicológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: teste R-2 teste não verbal de inteligência, Desenho da Figura Humana, avaliação psicológica, psicodiagnóstico, triagem, psicoterapia, Psicologia da Saúde e atendimento psicológico.

Julian Simões Cruz de Oliveira
Bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista – UNESP (2008/2009), Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (2014) e Doutorado em Ciências Sociais também pela UNICAMP (2019). Foi pesquisador visitante (nível doutoramento) na Universitat Autònoma de Barcelona – UAB (2016-2017). Atua como Professor Auxiliar do Instituto de Ensino e Pesquisa – INSPER e como bolsista Fapesp de Pós-Doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É membro do Ateliê de Produções Simbólicas e Antropologia (APSA) e do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu (PAGU/UNICAMP), da Associação Portuguesa de Antropologia (APA), da Associação de Brasileira de Antropologia (ABA) e integra o Comitê de Acessibilidade da mesma Associação. Tem experiência na área de Antropologia e Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, direitos sexuais e reprodutivos, sexualidade, deficiência intelectual e violência sexual.

Juliana Yurgel Valente
Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, especialista em psicoterapia de orientação analítica para adultos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/CELG) e em psicoterapia da infância e da adolescência (CEAPIA). Especialista em Dependência Química pela Fundação de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), mestre em Ciências da Saúde pela UFCSPA e doutoranda do PPG de Saúde Coletiva, Departamento de Medicina Preventiva (UNIFESP). Pesquisadora no campo da prevenção ao uso de drogas com foco no papel da parentalidade na prevenção do uso de drogas em adolescentes e avaliação de programas de prevenção.

Leonardo Ferreira Faria
Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal e Ciências Forenses do grupo DALMASS. Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, NEPNEURO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás, e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros com tema em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia.

Marcelo Moreira Neumann
Psicólogo, Formado pela UMESP – Universidade Metodista de São Paulo, 1992; Coordenador do CRAMI- Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD – de 1993 à 2003; Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes, pelo LACRI-IPUSP- 1996; Coordenador do Pacto São Paulo pelo enfrentamento da violência, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes de 2001 à 2005; Mestre em Psicologia Social pela PUC-SP, 2002- Dissertação: “Violência Sexual: Dominação e Sexualidade”; Doutor em Serviço Social pela PUC-SP pelo Núcleo da Criança e do Adolescente, 2010 – Tese “O desaparecimento de crianças e adolescentes”

Martha Fernandes
Perita e Assistente Técnica em processos de Vara de Família no Tribunal de Justiça de São Paulo, Psicóloga para atendimento e orientação aos alunos no Complexo Educacional Faculdade Damásio, Psicanalista em atendimento individual e de casal em consultório particular, Autora de artigos na área.

Martha Maria Guida Fernandes
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1986). Atualmente é autônoma – Consultório – Damásio Educacional – Tribunal de Justiça de São Paulo. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanálise, atuando principalmente nos seguintes temas: análise, conflitos familiares e perícia psicológica.

Natália Corazza Padovani
Pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu, UNICAMP e professora dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Antropologia Social da Universidade Estadual de Campinas. Antropóloga, com doutorado pela UNICAMP e estágio doutoral pela Universitat Rovira i Virgil de Tarragona – Catalunha (2010-2015), possui também pós-doutorado pelo Pagu (2016-2017). Suas pesquisas em e sobre sistema prisional têm enfoque nas relações de gênero. As investigações produzidas desde etnografias em penitenciárias femininas abordaram cadeias produtivas no trabalho prisional (2003 – 2005), tecnologias de governo das sexualidades (2008-2010), redes de afeto, amor e laços familiares como dispositivos de resistência, agenciamento e poder frente às políticas de Segurança Pública e os ordenamentos de justiça de São Paulo e Barcelona (2010-2015). Mais recentemente, tem analisado as relações entre prisões e aparatos de Estado voltados para o controle das fronteiras nacionais, enfocando fluxos transnacionais relacionados aos mercados de drogas e outros ilegalismos. Pesquisadora de Estudos de Gênero e Teorias Feministas na interface dos processos de Estado e suas margens, desenvolve projetos e orienta pesquisas sobre redes de afeto, governamentalidade, transnacionalidades, fronteiras, prisões, processos de Estado e mercados. Coordena a Linha de Pesquisa de Estudos de Gênero do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da UNICAMP e integra, ainda, o GT Barrios, familias y prisiones en circuito do Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (CLACSO), bem como o Comitê Migrações e Deslocamentos da Associação Brasileira de Antropologia (ABA).

Paulo Hamilton Siqueira Junior
Possui graduação em Direito pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (1994), mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000) e doutorado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Atualmente é professor titular / profissional iv da Universidade Paulista, professor convidado – Université dAngers, assessor jurídico do Conselho Regional de Psicologia do Estado de São Paulo, juiz substituto – Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo, professor assistente da Escola Judiciária Eleitoral Paulista e advogado – PAULO HAMILTON E REINA FILHO Sociedade de Advogados. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Constitucional, atuando principalmente nos seguintes temas: direito constitucional, constituição, cidadania, políticas públicas e direitos humanos.

Paulo Keishi Ichimura Kohara
Doutor em Psicologia pela USP, com estágio doutoral na Université Sorbonne Paris-Cité – Université Paris XIII. Psicólogo na Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Membro do Grupo de Pesquisa em Direitos Humanos, Democracia e Memória do Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP). Atua principalmente nos seguintes temas: Psicanálise, Direitos Humanos, Violência de Estado e instituições.

Rafael Barone Zimmaro
Mestre em Direito Penal pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Diplomado em Direitos Humanos Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Servidor Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Supervisor Acadêmico e Professor do curso de pós-graduação em Direito Penal e Processual Penal Aplicados da Escola Brasileira de Direito (EBRADI). Professor de Direito Penal da graduação e pós-graduação da Escola Paulista de Direito (EPD/SP). Coautor da obra Execução Penal no Brasil – Estudos e Reflexões (ed. Forense). Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas de Ciências Criminais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP)

Raquel da Silva Barros
Psicóloga pela Universidade de São Paulo e Universitá di Padova, mestre pela Universidade de São Paulo, doutoranda em psicobiologia e medicina pela UNIFESP, Empreendedora Social Ashoka, Schwab, Membro Honorário Womanity, MBA em Cidades Inteligentes pela Facens, Coordenadora da rede RAISSS América Latina (Rede Americana de Intervenções em Situações de Sofrimento social). Coordenadora e docente de cursos de especialização e extensão na Universidade Federal de São Paulo e Universidade de Brasília. Idealizadora do Conexões Musas, Coletivo Temperança, Fundadora da Associação Lua Nova, Consultora de projetos de geração de renda para mulheres Grupo Assai/ Pão de Açúcar, Escola Avenue, colaboradora de pesquisas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Instituto Federal do Piauí, Idealizadora e disseminadora da metodologia do tratamento comunitário em 12 países de América Latina. Prêmios: Claudia, Schwab, UBS, Abrinq, Empreendedor Social MacKinsey, Woman in the Word dentre outros.

Sergio Rachman
Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da USP (2001), graduação em direito pela Faculdade de Direito da USP (2014) e mestrado em Psiquiatria pela Faculdade de Medicina da USP (2010). Atualmente é médico perito psiquiatra da Justiça Estadual e Federal em São Paulo e advogado atuante no Direito Médico. Está vinculado à Universidade Federal de São Paulo, sendo membro do CEJUR (Centro de Estudos em Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica da Unifesp).

Sidney Kiyoshi Shine
Graduação em Psicologia (1983), mestrado (2002), doutorado (2009) e pós doutorado (2020) pelo Instituto de Psicologia da USP. Ex-psicólogo judiciário – Tribunal de Justiça de São Paulo (1997-2019). Ex Clinical Associate da Tavistock Clinic (Reino Unido) (1994-1995). Especialista em Psicologia Clínica e Jurídica. Professor em cursos de especialização. Psicanalista. Atendimento clínico, consultoria e supervisão em consultório particular.

Simone de Alcantara Savazzoni
Doutora em Direito Processual Penal pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2017). Mestre em Direito Penal pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2010). Analista Judiciária – Assessora no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Professora de Direito Penal e Processual Penal na Graduação e Pós-Graduação da Escola Paulista de Direito (EPD). Professora convidada na PUC-COGEAE, Faculdade Legale, EBRADI e Escola Superior de Advocacia da OAB – Seção SP.

Pós-Graduação em Psicologia Jurídica (Lato Sensu)

Cursos presenciais aguardando liberação da secretaria da educação.

Quero me inscrever!